Danone deve colocar no mercado novas alternativas de iogurtes vegetais, diz revista Exame

Danone deve colocar no mercado novas alternativas de iogurtes vegetais, diz revista Exame

  • Aline Baroni
  • Aline Baroni

A Danone, empresa que controla 17% do mercado global de iogurtes, está considerando adicionar novas opções veganas nas linhas Activia e Actimel, informa a revista Exame. Segundo a publicação, há anos a empresa vê suas vendas de iogurtes caírem, talvez porque as pessoas estejam gradualmente descobrindo que os laticínios não são tão saudáveis quanto parecem.

“O iogurte sem leite está crescendo 50% ao ano nos EUA”, disse Francisco Camacho, vice-presidente-executivo da divisão de produtos lácteos e à base de plantas da Danone, em entrevista à Exame.

A Danone já produz iogurtes de soja, amêndoa, coco, arroz, castanha de caju e aveia com sua marca Alpro, referência de produtos vegetarianos, e está tendo sucesso na marca de quase dois dígitos de crescimento.

Por perceber a crescente demanda por esses alimentos, a empresa vem realizando sucessivos investimentos em produtos de origem vegetal. Em julho do ano passado, comprou a WhiteWave, uma empresa americana conhecida no ramo de leites e iogurtes à base de soja, amêndoas, aveia e coco e produz também snacks e suplementos sem nada de origem animal. E, em novembro, anunciou um investimento de 60 milhões de dólares para melhorias na fábrica, que fica em Virgínia, nos Estados Unidos, e também para a contratação de 49 funcionários.

Todos ganham com o aumento de consumo de leites vegetais, especialmente os animais. As vacas são cruelmente exploradas na indústria de laticínios, vivem em confinamento, machucadas e doentes, passam todas as suas vidas grávidas e nunca têm a oportunidade de conviver com seus filhotes.

A melhor forma de ajudar a sua saúde e os animais é tirando os produtos de origem animal do seu prato. Clique aqui para saber como.